A cor dos vestidos usados por noivas no dia de seus casamentos nem sempre foi branco. Tal tradição foi popularizada no século XIX pela Rainha Vitória, da Inglaterra. No entanto Vitória não foi a primeira pessoa, e nem o primeiro membro de uma família real a usar branco no dia de seu casamento.

Documentos de 1406 indicam que a princesa Phillipa, da Inglaterra, teria vestido uma túnica e capa branca no dia de seu casamento com o rei Eric, da Dinamarca.

Mary, rainha dos escoceses, também usou branco no dia de seu casamento com o Delfim da França. Branco, na época, era a cor do luto na França, mas por ser sua cor favorita Mary decidiu usá-la em seu casamento.

Em 1852 Agnes Strickland escreveu sobre o vestido de Mary: “seu vestido era mais branco que lírios, mas tão glorioso em seus detalhes e decorações que seria difícil, senão impossível, que qualquer caneta lhe fizesse justiça. Seu manto real e véu eram de um azul acinzentado em veludo, bordado com pérolas e seda branca. Era de um cumprimento maravilhoso, de 10 metros (ou 12 jardas), coberto de pedras preciosas e carregado por duas de suas damas”.

A escolha de Mary em usar branco em seu casamento também foi para acentuar sua beleza pálida e ruiva. Outro dos motivos foi o de enfatizar sua virgindade ao casar.

Detalhes do vestido de Mary na série.

O ano de 2016 foi marcante na vida de várias pessoas. Para nosso elenco, especificamente, aconteceram eventos que ficarão marcados para suas vidas: seus casamentos!

1: Caitlin Stasey

A primeira a casar foi Caitlin Stasey, a atriz que fez Kenna nas duas primeiras temporadas, em Janeiro. Ela não anunciou o evento e se reteve de comentários, mas postou várias fotos com Lucas Neff, de Raising Hope.

2: Celina Sinden e Rossif Sutherland

Foi uma grande surpresa para os fãs quando os atores de Nostradamus e Greer compareceram a um evento como um casal. E não foi só isso, o combo já veio completo: Celina já estava grávida de alguns meses! Não sabíamos nem do namoro deles, que rumores dizem ter começado em 2013. O casamento aconteceu supostamente depois que seu bebê nasceu (em Fevereiro).

3: Torrance Coombs

Torrance casou com a ex Miss USA e atual blogueira Alyssa Campanella, com quem tinha um relacionamento sério anos antes da estréia de Reign. Alyssa é uma das melhores amigas de Adelaide, e a chamou para ser uma das damas de honra do casamento. O casamento foi grandioso, desde os chás de panela até a recepção em Abril.

A revista The Knot teve os direitos das fotos e detalhes, que foram publicados na edição especial de Outono. Traduzimos o editorial aqui (clique).

Jonathan com Torrance e Adelaide como dama de honra.

Torrance e Alyssa tiveram como primeira música Fix You, de Coldplay.

Confira todas as fotos do casamento (créditos para a equipe The Way We Love):

EVENTOS E APARIÇÕES > 2016 > CASAMENTO DE TORRANCE COOMBS

Scans da revista completos:

SCANS DE REVISTAS > 2016 > THE KNOT FALL 2016

4: Anna Popplewell

Anna e seu marido. Quando vieram ao Brasil em 2015, eram noivos

Anna gosta de manter sua privacidade fora das telas. Ela não possui nenhuma rede social, e seu casamento não foi anunciado. Os fãs descobriram através da conta de twitter de sua irmã que o casamento aconteceria, e após isso alguns conseguiram a programação da igreja confirmando o casamento, que aconteceu em Maio. Não sairam fotos e não se sabe se o elenco de Reign compareceu.

O grupo musical Motown Supreme tocou na recepção e após o evento publicou uma nota de agradecimento do casal no facebook.

“Alguns comentários da noiva e noivo no sábado – a bela atriz Anna Popplewell (Crônicas de Narnia) e seu marido encantador Sam:
‘Vocês foram extraordinariamente brilhantes, desde a primeira música até a última que tinham todos em pé. Tão divertido, talentoso e prazeroso trabalhar com vocês! Estamos imensamente gratos a vocês por fazerem nossa recepção de casamento tão especial. Agora só precisamos de mais festas para que possamos chamá-los novamente. Obrigado!!’ – Anna e Sam”

Com certeza 2016 vai ficar marcado pra esses casais! Comente quais casais faltaram :p

O KSiteTV liberou a sinopse do episódio 4×02, com nome de “A Grain of Deception” (Um grão de decepção). Confira:

UM ESPIÃO AMEAÇA A CONFIANÇA DE MARY EM SEU CÍRCULO INTERNO – Rainha Mary descobre que há uma ameaça entre seus conselheiros e tenta descobrir o traidor. Rainha Elizabeth atrai Narcisse para promover sua busca por supremacia. Enquanto isso, Catherine toma medidas desesperadas para recuperar parte do poder que perdeu. Spencer MacPherson, Will Kemp, Dan Jeannotte, Jonathan Goad, Ben Geurens, Celina Sinden e Rose Williams também estrelam. Fred Gerber dirigiu o episódio, escrito por Patti Carr e Lara Olsen (#402). Data original: 17/02/2017.

Em breve devem sair fotos e vídeos promovendo a 4º temporada.

O KSiteTV revelou o título dos 3 primeiros episódios de Reign. Serão eles:

4×01: With Friends Like These

4×02: A Grain Of Deception

4×03: Leaps Of Faith

Tradução

4×01: Com amigos como estes

4×02: Um grão de decepção

4×03: Saltos de fé

A temporada irá estrear numa sexta-feira, dia 10/02/17. Foi revelada também a sinopse do episódio 4×01:

MARY JURA VINGANÇA PARA LOLA –  Mary, insegura sobre em quem confiar, testa seu irmão James para garantir sua lealdade após escutar uma reunião dele com John Knox. Rainha Elizabeth concorda em ajudar Lorde Darnley numa tentativa de sabotar a poderosa aliança do pretendente de Mary.

Megan Follows, Ben Geurens, Celina Sinden, Craig Parker, Spencer MacPherson e Rose Williams também estrelam.  Stuart Gillard dirigiu o episódio, escrito por Wendy Riss e Drew Lindo (#401).  Data original: 10/02/2017.

ESTE EVENTO FOI CANCELADO PELA EMPRESA. A CONVENÇÃO QUE ACONTECERÁ NO BRASIL SERÁ FUN WEEKEND CON, PELA MUNDO ENTERTAINMENT.

AVISO: O texto a seguir contém SPOILERS!

Hoje detalharemos uma teoria feita por fãs que está circulando na internet. Antes de tudo, temos que deixar claro que não são coisas confirmadas e sim suposições feitas a partir de informações adquiridas separadamente e depois juntadas.

Esclarecendo isso, vamos aos fatos. A produção e os atores de Reign postaram em suas redes sociais muito do que irá acontecer no fim da série, com inclusive a suposta decapitação da Mary.

Isso soou estranho para muitas pessoas, mesmo a morte de Mary sendo um fato inegável e histórico.

No entanto, outra foto veio ao conhecimento dos fãs. Essa, no entanto, não foi divulgada, e sim vazada. Nela, podemos ver uma parte do script do último episódio:

CENA 47: SALA DO TRONO (ESCÓCIA) – Bothwell retorna, Knox ordena a prisão de Mary.

CENA 19: SALA DO TRONO (ESCÓCIA) – James retorna com o bebê.

CENA 32: SALA DO TRONO (ESCÓCIA) – Mary organiza o conselho privado.

—-MUDANÇA DE CENÁRIO—-

CENA 37: APOSENTOS DE MARY (ESCÓCIA) – Mary lembra da profecia.

Créditos da foto encontrada para Adelaide Kane Brasil.

O script nos dá uma noção dos acontecimentos da Series Finale: a culpa da morte de Darnley já caiu sobre os ombros de Rainha Mary, e John Knox, seu grande inimigo, já está perto de conseguir seu objetivo: tirar a rainha do trono.

Mas e a profecia?

Essa é a teoria dos fãs: Bash saiu da série na 3º temporada com a desculpa de tentar evoluir seus poderes, semelhantes à de Nostradamus, para que pudesse ajudar Mary.

Mary então receberia uma mensagem de Bash a informando que as escolhas que fizesse em sua vida a levariam à sua morte pelas mãos de Elizabeth. Ao estar prestes a ser presa, Mary estaria em seus aposentos e se lembraria da profecia recebida.

E este seria o fim da série! Não haveria salto no tempo, já que Mary morre muitos anos depois do cativeiro. No entanto, sua morte seria mostrada, e o desfecho da série estaria completo, sendo mostrado na mesma cronologia da série.

Confira todas as fotos pros trás das câmeras da 4º temporada:

BASTIDORES > 4º TEMPORADA

Confira tudo sobre a 4º temporada de reign em nosso site:

CATEGORIA > 4º TEMPORADA

Hoje falaremos na coluna histórica do site sobre a morte de Mary, que, como podem ler em outro post, provavelmente será mostrada em Reign.

Mary perdeu a coroa Escocesa por ser acusada de matar seu segundo marido. Ela então foge para a Inglaterra e vários anos depois é decapitada, acusada de planejar matar Elizabeth. A decapitação foi feita de maneira bastante sangrenta e repleta de fatos singelos.

1: Precisou-se de três golpes de machado para separar a cabeça de Mary de seu corpo. O carrasco teve que terminar seu trabalho serrando o que não estava separado.

2: No dia de sua execução, ela apareceu em seu habitual manto preto e com um véu branco sobre a cabeça. Ela então deixou cair o manto para revelar um vestido vermelho carmesim, que representava mártir católico, a religião que Mary nunca cedeu em abandonar apesar de todas as pressões.

3: Para o horror de todos os presentes, seu corpo começou a se mover depois da execução. Então viu-se que seu pequeno cachorro, que foi companheiro de Mary durante seus últimos anos na prisão, tinha se escondido sob seu vestido volumoso durante a execução.

4: Elizabeth não estava presente. As duas rainhas e primas nunca se encontraram em suas vidas. Atualmente, as suas tumbas estão lado a lado em Westminster Abbey, separadas apenas pela nave da capela, fora da vista uma da outra.

 

5: Quando o carrasco levantou a cabeça de Mary enrolada em um lenço, ela rolou para longe de sua mão e era branca e quase calva. O cabelo, provavelmente descolorido pelo passar dos anos de extremo estresse, era ruivo durante sua vida.

6: O crucifixo, o livro de escrita, as roupas manchadas de sangue e até o bloco em que ela deitou a cabeça foram queimados no pátio do Castelo de Fotheringhay após a morte. Não haveria relíquias.

7: Mary pagou a seus servos para não chorarem e sim rezarem por ela.

8: Cardos-roxos ainda crescem no local da execução de Mary e são apelidados de lágrimas da Rainha Mary.

9: As últimas palavras de Mary antes do machado cair sobre sua cabeça foram: “Em tuas mãos, ó Senhor, eu entrego meu espírito”.

 

Fonte: Mary Stuart Society

No dia 17/12/2016 aconteceu o último dia de gravações em Reign. O episódio 3×16, último da série, será chamado “Tudo o que custou a ela”.

O episódio trará grandes surpresas, e uma das principais é que aparentemente Mary será decapitada!

As fotos dos bastidores mostram Adelaide (Mary) com um vestido completamente preto e cabelos presos, semelhantes á roupa que ela vestiu em seu momento final.

Após isso, Adelaide e Rachel gravaram uma cena juntas.

Rachel postou uma foto com Adelaide de mãos dadas e com a legendas “reescrevendo a história.” Historicamente, Mary e Elizabeth nunca se encontraram em vida, mesmo que suas tumbas estejam uma frente a outra há seculos.

Nas fotos, Mary não usa coroa e Elizabeth sim. É claramente um local para uma execução.

As suas últimas palavras foram “Em suas mãos, Deus, eu entrego meu espírito”

Preparação da Rainha para o momento final.

O reinado de Mary pode estar terminando, mas esta rainha sairá com a cabeça erguida.
A CW anunciou que Reign terminará após a 4º temporada do drama da realeza. Isso vai encerrar o espetáculo sobre a história de Mary, Rainha da Escócia (Adelaide Kane), que começou como uma jovem mulher prestes a se casar e consolidar uma aliança com a família real francesa.
Ao longo de três temporadas, Mary se casou com Francis (Toby Regbo), chorou sua morte e voltou para a Escócia para tomar seu trono legítimo. A 4º temporada está atualmente em produção, dando à equipe de escritores de Reign a chance de encerrar a série, apesar do cancelamento.

“É algo que estamos falando sobre há muito tempo, desde o início do planejamento desta temporada”, disse a co-criadora Laurie McCarthy à Yahoo TV. “Nós estávamos cientes de que essa poderia ser nossa temporada final.” Ela espera que os fãs achem o final “muito comovente e satisfatório”.

A última vez que vimos Mary, ela estava trabalhando duro, unindo a Escócia em seu domínio e em com desavenças com sua prima Elizabeth (Rachel Skarsten). Como bem sabem os amantes da história, a verdadeira Mary foi eventualmente decapitada aos 45 anos sob a ordem de Elizabeth.
Então o final do Reign se alinhará com a história?
“Falamos sobre onde queríamos terminar com a vida de Mary e com nossa versão atual de uma rainha mais jovem, sabendo que ela não morre até depois dos 40 anos”, explica McCarthy. “Mas, felizmente para nós, e infelizmente para a verdadeira Mary, as escolhas que ela faz nesse conjunto da temporada realmente a posicionam para onde o fim dela se encontra: uma espécie de morte sem medo”.
Essas escolhas incluem um segundo casamento com Lorde Darnley (Will Kemp), com quem ela finalmente tem um filho (o futuro rei James VI).

“Inicialmente o casamento foi concebido como político, mas torna-se um tumultuado”, observa McCarthy. “No fim das contas, havia coisas que ela tinha que fazer para lidar com seu marido, que era uma pessoa muito gananciosa por poder.”
Ao longo de 3 temporadas, Mary teve que enfrentar algumas escolhas difíceis, e ela vai encontrar ainda mais em seu caminho. E embora o verdadeiro final de Mary tenha sido trágico, esta temporada apenas mostrará “uma rainha realmente feroz e pró-ativa”.
“A imagem que estamos fazendo de Mary, Rainha da Escócia, é de alguém que não cometeu necessariamente um erro”, diz McCarthy. “Ela realmente passou pelas dificuldades que são encontradas por uma mulher quando se está no poder.”

A CW anunciou o fim da série Reign, e isso provocou revolta e tristeza em todo o fandom. Reign merecia muito mais temporadas e reconhecimento! Por isso, escolhemos 10 principais motivos que fazem dessa série Inesquecível!

1° – A série é baseada em fatos reais

Muitos não sabem quando começam a assistir a série, e ficam chocados a descobrir que Reign narra a vida de Mary Stuart (1542-1587), Rainha reinante da Escócia e Rainha consorte da França e que grande parte dos outros personagens existiram realmente, como monarcas marcantes da história, como Catherine Médici e Elizabeth I.

whatsapp-image-2016-12-08-at-11-10-51-amwhatsapp-image-2016-12-08-at-11-10-35-am

2° – Os Romances

Se considerarmos o público-alvo da série, esse é um dos pontos mais envolventes. Reign nos trás casais inesquecíveis, amores épicos e/ou proibidos e triângulos amorosos, sempre com um toque de  sensualidade e realidade.

Obviamente, nessa parte não podemos de citar o casal Frary (Mary e Francis), que conquistou (e ainda conquista?) o coração de 97% dos telespectadores.

Mas se frary não lhe agradou, você provavelmente se deliciou com as cenas do romance inocente de Bash e Mary ou de Claude e Leith, ou até mesmo com casais mais picantes como Catherine e Narcisse ou Kenna e Bash.

3° – O Figurino Maravilhoso!

A série é um desfile de vestidos maravilhosos do primeiro ao último episódio. Tão criticados pela crítica quanto desejados pelas fãs, muito do guarda-roupa é inspirado em vestidos reais das Rainhas e adaptados pela equipe do figurino. Alexander McQueen e Gucci estão entre as marcas queridinhas do guarda-roupa. Mary e suas damas nos proporcionam um verdadeiro show de moda.

Fonte e mais inspirações: Blog Isabela Freitas

4° – O Elenco

O elenco, que tem como estrelas principais Adelaide Kane, Toby Regbo, Torrance Coombs e Megan Follows, torna essa série um sucesso. Além de muito talentosos, distribuem beleza e são atenciosos com os fãs. A equipe e os atores nomeiam a si próprios como “Reign Family”, a Família Reign. Sempre saem juntos em festinhas <3

5º – Trilha Sonora

Uma das coisas mais marcantes da série é a abertura. A música tema (Scotland – The Lumineers) é uma das favoritas dos fãs, além de outras como a do casamento de Mary e Francis.

6°- A Protagonista

A Rainha Mary Stuart é uma personagem cativadora logo no primeiro episódio. Podemos acompanhar de perto a evolução da garota do convento que não entendia seu coração até a Rainha poderosa que entra ensanguentada no castelo da Escócia para retomar seu trono. Mesmo metendo os pés pelas mãos algumas vezes, Mary jamais sairá dos corações de quem a conheceu!

7° – Mistério e Ação

Apesar da fama de drama e romance, Reign possui um toque de mistério desde o episódio piloto que consegue se manter sem levar ao cansaço. As cenas de lutas de Francis, Bash e até mesmo Mary com sua espada e seu exército nos mostram o poder de dos personagens.

8° – Estimula a Buscar Conhecimento Histórico

Vamos ser sinceros: 80% ou mais das pessoas que assistem Reign não conheciam e não eram fãs da Rainha da Escócia, apenas de sua prima famosa Elizabeth Tudor. A série nos estimulou a querer saber mais sobre a história dos personagens e do período histórico em que vivem. Quem não deu aquela pesquisada sobre o Francis e descobriu algo que não queria? :p

Francis e Mary.

9º – Empoderamento Feminino

Reign é uma das poucas séries que conseguem atingir o Teste de Bechdel em episódios consecutivos.

“O teste de Bechdel pergunta/questiona se uma obra de ficção possui pelo menos duas mulheres que conversam entre si sobre algo que não seja um homem. Muitas obras contemporâneas falham no teste, o que é um indicativo de preconceito de gênero.”

As personagens centrais são três rainhas e suas respectivas lutas, todas lutando para manter seu poder em uma sociedade patriarcal que não aceita mulheres no trono. (Olá, John Knox!)

10° – Temas Polêmicos

A série que começou como algo inocente e encantador para adolescentes acompanhou o crescimento de seu público. Podemos ver os personagens amadurecendo e assuntos mais obscuros como aborto, incesto, estupro e até mesmo sadomasoquismo são retratados.