Exibindo posts da categoria: Uncategorized

Lembram que a CW havia cancelado a série, que iria acabar na 4° temporada? Seria ótimo a emissora voltar atrás e anular o cancelamento, não é?

MAS ISSO É SÓ UMA PEGADINHA! FELIZ DIA DA MENTIRA, PESSOAL!

Confira o guia do episódio 4×04 “Playing with Fire”! As novidades estão bombásticas!! :O

SINOPSE: Mary deve decidir se pode confiar em Darnley – Quando Lorde Darnley surpreende Mary com uma visita à Escócia, ela vê uma aliança que pode ser mais do que política. Elizabeth luta para ganhar aliados em seu favor e Catherine procura um novo marido para Claude.

Confira 10 imagens promocionais na nossa galeria:

STILLS DOS EPISÓDIOS > 4º TEMPORADA > 4X04 ‘PLAYING WITH FIRE’

Confira o vídeo promocional do episódio 4×04 legendado:

Agora vamos aos detalhes.

O primeiro choque é: Claude vai se casar. Esse é seu 2º casamento (o primeiro foi invalidado por Charles). O noivo da vez é Luc Narcisse. Sim, é o Narcisse Junior! A descrição do personagem é a seguinte:

Luc será representado pelo ator Steve Lund. Seu personagem será recorrente e é descrito como um nobre sexy, trapaceiro e bastante direto e realista. Ele é uma boa pessoa, que no entanto tem um pai moralmente comprometido e muito poderoso: Stephan Narcisse. Ele está cuidando de seu próprio futuro, mesmo com as pressões de seu pai para fazer uma aliança permanente com a família real francesa.

Especificamente, Narcisse quer seu filho ao lado da Princesa Claude. A chegada de Luc nas telas vai complicar a vida de Claude de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado.

RE404A_0240b.jpg

Clique na imagem para ver em HQ.

Agora vamos ao outro tombo. Mary finalmente, após 3 temporadas, vai conhecer seu 2º marido. Ele é seu primo, Lorde Darnley, que possui seu próprio direito ao trono da Inglaterra e até mesmo da Escócia. Juntos, eles ameaçam bastante Elizabeth.

Clique para ver imagem em tamanho real

Clique nas imagens para ver em HQ.

E, por fim, Charles está definitivamente com algum problema. No vídeo promocional, Narcisse diz a Catherine que ele é um necrófilo. Será que é isso mesmo?

Clique para ver imagem em tamanho real Clique para ver imagem em tamanho real

Clique nas imagens para ver em HQ.

Ainda temos de brinde fotos lindas de Mary e Greer <3

Clique para ver imagem em tamanho real Clique para ver imagem em tamanho real

Clique nas imagens para ver em HQ.

Fotos: KsiteTV

Hoje falaremos na coluna histórica do site sobre a morte de Mary, que, como podem ler em outro post, provavelmente será mostrada em Reign.

Mary perdeu a coroa Escocesa por ser acusada de matar seu segundo marido. Ela então foge para a Inglaterra e vários anos depois é decapitada, acusada de planejar matar Elizabeth. A decapitação foi feita de maneira bastante sangrenta e repleta de fatos singelos.

1: Precisou-se de três golpes de machado para separar a cabeça de Mary de seu corpo. O carrasco teve que terminar seu trabalho serrando o que não estava separado.

2: No dia de sua execução, ela apareceu em seu habitual manto preto e com um véu branco sobre a cabeça. Ela então deixou cair o manto para revelar um vestido vermelho carmesim, que representava mártir católico, a religião que Mary nunca cedeu em abandonar apesar de todas as pressões.

3: Para o horror de todos os presentes, seu corpo começou a se mover depois da execução. Então viu-se que seu pequeno cachorro, que foi companheiro de Mary durante seus últimos anos na prisão, tinha se escondido sob seu vestido volumoso durante a execução.

4: Elizabeth não estava presente. As duas rainhas e primas nunca se encontraram em suas vidas. Atualmente, as suas tumbas estão lado a lado em Westminster Abbey, separadas apenas pela nave da capela, fora da vista uma da outra.

 

5: Quando o carrasco levantou a cabeça de Mary enrolada em um lenço, ela rolou para longe de sua mão e era branca e quase calva. O cabelo, provavelmente descolorido pelo passar dos anos de extremo estresse, era ruivo durante sua vida.

6: O crucifixo, o livro de escrita, as roupas manchadas de sangue e até o bloco em que ela deitou a cabeça foram queimados no pátio do Castelo de Fotheringhay após a morte. Não haveria relíquias.

7: Mary pagou a seus servos para não chorarem e sim rezarem por ela.

8: Cardos-roxos ainda crescem no local da execução de Mary e são apelidados de lágrimas da Rainha Mary.

9: As últimas palavras de Mary antes do machado cair sobre sua cabeça foram: “Em tuas mãos, ó Senhor, eu entrego meu espírito”.

 

Fonte: Mary Stuart Society

A CW anunciou o fim da série Reign, e isso provocou revolta e tristeza em todo o fandom. Reign merecia muito mais temporadas e reconhecimento! Por isso, escolhemos 10 principais motivos que fazem dessa série Inesquecível!

1° – A série é baseada em fatos reais

Muitos não sabem quando começam a assistir a série, e ficam chocados a descobrir que Reign narra a vida de Mary Stuart (1542-1587), Rainha reinante da Escócia e Rainha consorte da França e que grande parte dos outros personagens existiram realmente, como monarcas marcantes da história, como Catherine Médici e Elizabeth I.

whatsapp-image-2016-12-08-at-11-10-51-amwhatsapp-image-2016-12-08-at-11-10-35-am

2° – Os Romances

Se considerarmos o público-alvo da série, esse é um dos pontos mais envolventes. Reign nos trás casais inesquecíveis, amores épicos e/ou proibidos e triângulos amorosos, sempre com um toque de  sensualidade e realidade.

Obviamente, nessa parte não podemos de citar o casal Frary (Mary e Francis), que conquistou (e ainda conquista?) o coração de 97% dos telespectadores.

Mas se frary não lhe agradou, você provavelmente se deliciou com as cenas do romance inocente de Bash e Mary ou de Claude e Leith, ou até mesmo com casais mais picantes como Catherine e Narcisse ou Kenna e Bash.

3° – O Figurino Maravilhoso!

A série é um desfile de vestidos maravilhosos do primeiro ao último episódio. Tão criticados pela crítica quanto desejados pelas fãs, muito do guarda-roupa é inspirado em vestidos reais das Rainhas e adaptados pela equipe do figurino. Alexander McQueen e Gucci estão entre as marcas queridinhas do guarda-roupa. Mary e suas damas nos proporcionam um verdadeiro show de moda.

Fonte e mais inspirações: Blog Isabela Freitas

4° – O Elenco

O elenco, que tem como estrelas principais Adelaide Kane, Toby Regbo, Torrance Coombs e Megan Follows, torna essa série um sucesso. Além de muito talentosos, distribuem beleza e são atenciosos com os fãs. A equipe e os atores nomeiam a si próprios como “Reign Family”, a Família Reign. Sempre saem juntos em festinhas <3

5º – Trilha Sonora

Uma das coisas mais marcantes da série é a abertura. A música tema (Scotland – The Lumineers) é uma das favoritas dos fãs, além de outras como a do casamento de Mary e Francis.

6°- A Protagonista

A Rainha Mary Stuart é uma personagem cativadora logo no primeiro episódio. Podemos acompanhar de perto a evolução da garota do convento que não entendia seu coração até a Rainha poderosa que entra ensanguentada no castelo da Escócia para retomar seu trono. Mesmo metendo os pés pelas mãos algumas vezes, Mary jamais sairá dos corações de quem a conheceu!

7° – Mistério e Ação

Apesar da fama de drama e romance, Reign possui um toque de mistério desde o episódio piloto que consegue se manter sem levar ao cansaço. As cenas de lutas de Francis, Bash e até mesmo Mary com sua espada e seu exército nos mostram o poder de dos personagens.

8° – Estimula a Buscar Conhecimento Histórico

Vamos ser sinceros: 80% ou mais das pessoas que assistem Reign não conheciam e não eram fãs da Rainha da Escócia, apenas de sua prima famosa Elizabeth Tudor. A série nos estimulou a querer saber mais sobre a história dos personagens e do período histórico em que vivem. Quem não deu aquela pesquisada sobre o Francis e descobriu algo que não queria? :p

Francis e Mary.

9º – Empoderamento Feminino

Reign é uma das poucas séries que conseguem atingir o Teste de Bechdel em episódios consecutivos.

“O teste de Bechdel pergunta/questiona se uma obra de ficção possui pelo menos duas mulheres que conversam entre si sobre algo que não seja um homem. Muitas obras contemporâneas falham no teste, o que é um indicativo de preconceito de gênero.”

As personagens centrais são três rainhas e suas respectivas lutas, todas lutando para manter seu poder em uma sociedade patriarcal que não aceita mulheres no trono. (Olá, John Knox!)

10° – Temas Polêmicos

A série que começou como algo inocente e encantador para adolescentes acompanhou o crescimento de seu público. Podemos ver os personagens amadurecendo e assuntos mais obscuros como aborto, incesto, estupro e até mesmo sadomasoquismo são retratados.