Exibindo posts da categoria: Entrevistas

A TV Guide entrevistou a produtora de Reign, Laurie McCarthy, e questionou sobre as pontas soltas da Corte Francesa. Como vimos, [SPOILER], Claude, Charles, Henri, Narcisse e Catherine não tiveram um final. Seus arcos não foram finalizados; muito pelo contrário: a série introduziu Margot Valois, a filha mais conhecida de Catherine e Henry.

Foi levantada a questão sobre um possível spin-off (série derivada) de Reign:

Podemos considerar o fim de Catherine com sua filha Margot uma ponta solta? Sério, todos nós queremos que o spinoff aconteça. 

McCarthy: Eu quero que aconteça, também! Por favor considerem isso uma porta aberta. E espalhem por aí, porque Megan Follows é sensacional, e de volta ao momento da história da França, o país está com uma história insana, e a linhagem louca e sedenta de sangue de Catherine de Medici estava apenas começando…

Em outra entrevista, Laurie confirmou que o fim de alguns personagens não a satisfez.

“Haviam personagens que senti que estavam realmente mal atendidos nesta temporada”, diz ela. “Para Claude, nós realmente queríamos mostrar a dinâmica interessante dela abandonando sua primeira paixão, seu primeiro amor com Leith, e para onde ela iria prosseguir.”

“Havia uma filha de Catherine que ainda iríamos conhecer, cujo casamento deixou as ruas de Paris encharcadas de sangue. Realmente havia muito a ser explorado.”

Será que o acordo de Catherine, Narcisse e a bruxa que carregaria o filho do diabo estaria ligado ao Massacre da noite de São Bartolomeu e, consequentemente, ao casamento de sua filha? Acho que só podemos cogitar e torcer para que o spin off aconteça.

 

Atenção! Esse artigo contém spoilers sobre o final de Reign.

O final de Reign reuniu Mary, Rainha da Escócia, com seu primeiro marido – embora de uma maneira “estamos juntos no céu”. Mas o que dizer a respeito do seu outro primeiro amor, o homem que quase a impediu de se casar com Francis?

“Se você foi um observador cuidadoso, em vez de um amante esperançoso de Bash, ficou bastante claro que ele havia encontrado seu fim”, disse Laurie McCarthy, produtora executiva, ao TVLine quando perguntada sobre como Bash se saiu após sua partida. “Rizzio tinha sido tocado pelo espírito [de Bash]. Não sei como ele se foi, mas ele não sobreviveu“.

É isso mesmo, o personagem de Torrance Coombs – que partiu para ter a vida de um druida no final da terceira temporada – está aproveitando sua própria versão de Francis e Mary no paraíso-cama (talvez com Kenna. Lembram-se de Kenna? Ela era ótima.)
O tanto que Bash prometeu a Mary…: “Eu irei até você quando mais precisar de mim. Disso, estou certo.”

Pelo menos, podemos ter consolo ao saber que Coombs ainda está muito vivo na série da ABC ” Still Star-Crossed” 🙂

FONTE: TVLINE

O que acharam? Para nós, não ficou explícito o destino de Bash. É uma pena que ele se foi!

O fim do reinado da Rainha Mary está próximo.

A CW divulgou na quinta-feira (20/04/17) divulgou um calendário completo das datas dos fins da temporada de suas séries deste ano, incluindo o episódio de despedida de Reign, o qual vai finalizar suas quatro temporadas na sexta-feira, 16 de Junho de 2017. (menos de 2 meses! 🙁 )

Quanto a pergunta sobre se o final de Reign permanecerá fiel à história – com Mary (alerta de spoiler!) perdendo sua cabeça – a protagonista Adelaide Kane disse à TVLine:

“Tomamos umas liberdades criativas muito generosas na nossa história, mas mantivemos as raízes bastante precisas. Quero dizer, se fossemos rejeitar o essencial junto ao não essencial, teríamos mantido Francis vivo. E então nada disso teria acontecido!”

Confira algumas fotos dos bastidores do episódio final de Reign. PODE CONTER SPOILERS.

Clique nas miniaturas para ver em tamanho completo.

Ic5G8pdMwhi06Otc_mp4_snapshot_00_08_5B2016_12_19_00_06_385D~0.jpg  Cz2N-XeXAAAcKod~0.jpg  Cz1wjGSWgAAty-F~0.jpg  Cz2NWXlXUAAOQfs~0.jpg

Confira todos os bastidores da 4º temporada.

INICIO > BASTIDORES > 4º TEMPORADA

Fonte: TVLine

Foto em destaque: Camille Guffroy na LLTQ.

A estréia da temporada mostra Mary, Rainha da Escócia, determinada a vingar a morte de Lola (os fãs ainda não superaram sua decapitação chocante no final da 3º temporada), e mais tarde, os telespectadores terão respostas sobre Leith, cujo destino foi deixado ambíguo.

EW: Quando vimos Mary no fim da terceira temporada, ela estava determinada a pegar o trono de Elizabeth. O que você pode falar sobre o que ela está fazendo na estréia da 4º temporada?

ADELAIDE KANE: Nós deixamos um tom ameaçador naquele penhasco. Estava congelando naquele dia e nevou muito inesperadamente. E então Mary promete vingar a morte de Lola. Ela quer saber a verdade: quem estava por trás disso, se era uma facção protestante, se era uma artimanha para botar Elizabeth e Mary uma contra a outra, se era Elizabeth. Isso se torna um mistério muito importante para o primeiro episódio. E então, claro, Mary precisa encontrar um novo pretendente, um novo marido para garantir seu reinado e sua reivindicação para o trono inglês. Elizabeth vai tentar sabotar qualquer tentativa que Mary fizer para casar com o membro de uma poderosa família nobre, que pode ameaçar seu próprio reinado na Inglaterra.

E ela vai ter dois maridos nesta temporada, Lord Darnley e Bothwell.

Sim, definitivamente é uma temporada muito voltada para a ação, o que eu acho bem apropriado considerando que estamos de volta na Escócia. Chegamos a conhecer Lorde Darnley e Lorde Bothwell, historicamente o segundo e o terceiro marido de Mary, interpretados pelo adorável Will Kemp como Lorde Darnley e Adam Croasdell como Lorde Bothwell. São ambos atores maravilhosos e homens terrivelmente bonitos, então não há queixas sobre isso. Will será introduzido em algum ponto da 4 ª temporada e você começa a ver a jornada deles juntos e ver se podem encontrar algum tipo de conexão romântica além da político, porque ele é um nobre muito poderoso inglês (então Elizabeth é bastante oposta à aliança com Mary). E eles têm de superar essas provações durante o cortejo.

Você pode falar sobre esses dois homens, o que é bom neles, e como são diferentes?

Em termos de caráter, temos Lorde Darnley: ele é poderoso, bonito, encantador, um pouco de encrenca, e inesperadamente vulnerável e inseguro. Sua fome de poder coincide com a de Mary de maneiras que tanto são complementares quanto criam conflito entre eles. Há inegável química, mas Mary não vai dar o poder dela para ninguém, e isso se torna uma verdadeira disputa entre os dois, onde ele sente essa necessidade de validação e quer intervir. A pressão do governo escocês para ter um líder homem ao invés de uma mulher torna-se bem divisiva também. Toda a relação deles durante a 4 ª temporada é fascinante e carregada com uma energia positiva e negativa, se é que me entende.

Lorde Darnley.

Bothwell é um clássico homem sem princípios com coração de ouro. Muito masculino, patriota e leal a Mary como rainha, a conexão e química entre eles lentamente se torna mais aparente para eles. Ele é um amigo primeiro e, em seguida, algo se desenvolve a partir disso, especialmente como a relação dela com Darnley se torna cada vez mais difícil. Bothwell se torna uma ponto em que ela pode se apoiar. A força inabalável dele e a fé nela é algo que realmente os vincula pela temporada.

Parece que com Lorde Darnley foi um casamento infeliz. Isso vai ser refletido em Reign ou vão tomar liberdades e torná-lo feliz?

O relacionamento é muito complicado, há química lá, há atração, mas há também muito conflito e luta por poder no relacionamento. Lord Darnley, sendo um homem e um lorde inglês poderoso, não quer ficar atrás de sua pretendente/esposa, mesmo que seja a rainha da Escócia. Sua fome por poder (e por poder sobre ela, em particular) e a falta de vontade dela de dar isso ele, querendo permanecer no controle da Escócia, da Corte e da vida dela, vira um problema sério de discórdia entre os dois e cria uma situação muito difícil para Mary.

No último episódio da temporada passada, o destino de Leith ficou ambíguo. Parece que ele pode ter morrido ou não. Você pode falar algo sobre o que está aconteceu com ele?

Cena de Leith esfaqueado.

Claude fica muito obcecada e presa à noção de que talvez Leith ainda esteja vivo. Ela ainda tem fé de que ele sobreviveu de alguma forma, e isso é algo que será respondido ao longo da temporada, se ele ou não ele sobreviveu sua provação.

Que outros choques podemos esperar?

Certamente haverão algumas reviravoltas, traições inesperadas, todas essas coisas boas que fazemos nas temporadas. Posso dizer que Greer sobrevive. Ela tem a cabeça cortada. Não mataremos a minha última dama, felizmente. Ela é a última que sobrou, a corajosa Greer, no fim de tudo. Haverá algumas coisas muito horríveis na temporada, embora as piores coisas aconteçam com os vilões, é claro.

  
Como é estar na última temporada?

Nós não tínhamos certeza se essa seria a nossa última temporada ou não, houve uma conversa contínua sobre isso com Laurie McCarthy e os escritores. Então eles criaram dois finais diferentes, só por segurança, um final da temporada e um final da série. Nos disseram [que essa seria a última temporada] bem antes de começarmos a filmar o último episódio e continuamos para o fim da série. [Os escritores] se esforçaram muito e realmente souberam exatamente como finalizar com uma sensação de encerramento e força, amarrando pontas soltas. Acho que fizeram um trabalho incrível.

Terminar o show foi muito agridoce. Quatro anos da minha vida, o trabalho mais formativo da minha carreira até o momento. E nós realmente tínhamos uma família bem unida quando terminamos. Felizmente, eles nos notificaram que oa série foi cancelada uma semana antes de terminar as gravações, por isso estávamos todos muito gratos com a semana que passamos com nossa família. Metade deles estão em Los Angeles: eu vejo Rachel regularmente, vejo Torrance, Jonathan,Will e Ben [Aldridge].

Grande parte do elenco está em Los Angeles

Há amizades que formamos durante a gravação da série que vai durar para a vida inteira. Você não poderia sonhar com uma situação tão ideal, onde todo mundo está disponível pra sair e se divertir e estar lá para você e apoiar uns aos outros, tanto pessoalmente e no trabalho. Tivemos muita sorte.

Você tem um momento favorito da 4º temporada?

Muitos. Sinto que não posso dizer o preferido porque é spoiler, embora não seja realmente spoiler…é histórico. Eu realmente adoro bebês e pude segurar um. Pude brincar com um bebê no set. Esperei quatro anos para que Mary tivesse seu própriobebê para que eu pudesse apertar um bebê adorável, sonolento, irritadinho, com barulhinhos. Então definitivamente minha parte favorita da temporada foi poder trabalhar com um bebê. Muitos de meus amigos não tem crianças e eu entendo totalmente, mas sou uma daquelas mulheres que adora crianças. Adoro eles. Eu não quero tê-los por uma década, mas sou obcecado com crianças. Todos os meus primos estão tendo bebês. Vou para casa todo Natal quase que só para ver os filhos de meus primos e todos os bebês que estão nascendo a cada ano.

Fonte: Entertainment Weekly