Nascida no conflito: os primeiros anos de Mary Stuart

Postado por Staff PRBR

 

08 DE DEZEMBRO DE 1542: O NASCIMENTO

A morte dos dois filhos bebês do rei James V da Escócia, no mesmo dia em 1541, destina Mary a ser a única herdeira ao trono escocês. Sua mãe era Marie de Guise, com quem rei James V se casou para aprofundar a aliança entre Escócia e França. Anteriormente, Marie havia negado a mão de Henry VIII da Inglaterra, que tinha a esperança de frustrar as ambições de James.

linlithgow

Mary nasceu durante um inverno muito frio, no palácio real de Linlithgow.

A RAINHA CRIANÇA

Aos 6 dias de idade

Duas semanas antes do nascimento de Mary, os exércitos de seu pai James V sofreram uma derrota devastadora por Henrique VIII na batalha de Solway Moss. Humilhado e doente, ele se retirou para Falkland Palace, onde morreu com apenas 30 anos. Assim, aos seis dias de idade, Mary iniciou seu reinado.

Aos 6 meses de idade

Em 1º de julho de 1543, o rei Henrique VIII da Inglaterra, tio-avô de Mary, estava determinado a unir Escócia e seu reino. Ele se aproveitou do período de regência para propor que Mary se casasse com seu filho, Edward, Príncipe de Gales, então com cinco anos (o futuro Edward VI). O acordo foi consagrado com o Tratado de Greenwich, e assinado entre os representantes da Inglaterra e Escócia.

Aos 9 meses de idade

Em 09 de setembro de 1543, Mary foi coroada Rainha da Escócia na Capela Real do Castelo de Stirling, e diz-se que ela ‘uivou’ [chorou] sem parar durante toda a cerimônia. Ela passou a maior parte de seus primeiros cinco anos na segurança do castelo, sob os cuidados de sua mãe viúva, Marie de Guise.

infant-mary-queen-of-scotcrowning_of_mary_by_william_ewart_lochkhart

O Rude Cortejo

Em 11 de dezembro de 1543, o Parlamento Escocês rejeitou o Tratado de Greenwich. Henry VIII resolveu então forçar o casamento entre Mary e Príncipe Edward, e em maio de 1544 suas tropas invadiram Edimburgo. Esse evento ficou conhecido como O Rude Cortejo.

Edward VI da Inglaterra.

Após isso, Marie de Guise uniu-se aos franceses e Mary se mudou para lá. Leia sobre em: A infância de Mary Stuart

Fontes:

Mary Queen of Scots Guide, por National Museums Scotland