A chegada de Mary Stuart na Escócia

Postado por Staff PRBR

Arquivado em:

Após a morte de Francis, Mary Stuart ficou alguns meses na Corte Francesa. Em 25 de Julho de 1561, Mary parte para o porto da cidade de Calais junto com tios, amigos, servos e todas as suas 4 damas de companhia. Ela ficou lá aguardando permissão de uma passagem segura pelo mar de sua prima Elizabeth, mas após esperar quase um mês ela decide partir sem tal permissão, em 14 de Agosto de 1561.

A frota Escocesa que foi até Calais buscar Mary era comandada pelo principal Almirante da Escócia, que por coincidência era Conde de Bothwell, o homem destinado a ser o 3º esposo da rainha ter um papel sinistro no futuro dela.

A jornada para Leith, o porto de Edimburgo, levou menos tempo do que o esperado e por causa disso Mary teve que ficar na casa de um comerciante local até que a nobreza, sob comando de seu meio-irmão Lorde James Stuart, Conde de Moray, chegasse ao local para acompanhá-la, enquanto várias multidões se reuniram para homenageá-la em seu caminho até o castelo.

2
(Mary Stuart chegando ao porto de Leith)

Jovem, bonita e com uma vivacidade surpreendente, Mary causou uma ótima impressão em seus súditos.  Sua casa em Edimburgo era o Palácio Holyrood, que foi reconstruído por seu pai James V. O palácio tinha um grande parque com cervos onde ela caçava e onde construiu uma casa de banho extra, onde há boatos de que ela banhava-se com vinho branco.

Mary falava escocês fluentemente, mas era mais francesa do que escocesa, devido à sua criação. Ela manteu sua Corte aos modos franceses, e vários criados da mesma nacionalidade. Protestantes fervorosos ficaram horrificados por Mary e suas damas dançarem em bailes em banquetes.

Um dos maiores inimigos de Mary na Escócia foi John Knox, um líder protestante que abertamente fez uma denúncia por todas as governantes do sexo feminino em um livro, alegou que Mary tinha trazido junto consigo ‘tristeza, pesar, escuridão e toda a impiedade’ para Escócia. Ele também disse que a Corte logo se tornaria um bordel devido à fascinação que Mary causava no sexo masculino, alegando que ela “enfeitiçava homens“.

3
(Mary Stuart chegando ao porto de Leith)

Fontes:

Mary, Queen of Scots leaves France for Scotland

Mary Stuart Timeline